sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Shelter. Eu sei que não estou só. Um épico sci-fi de Porter Robinson.


Hoje vou escrever um pouco sobre um clipe musical. Já estou incorporando na rotina do blog escrever de vez em quando sobre uma música que possua uma animação possível de ser analisada neste espaço. O clipe de hoje é muito recente e provavelmente muitos de vocês já devem ter visto ou pelo menos escutado a música. O vídeo dela possui mais de 10 milhões de acessos no Youtube. Sim, é algo bastante famoso e foge, por isso, um pouco da temática do Dissidência Pop que é apresentar material mais desconhecido. Mas não tanto assim, pois no meio otaku o clipe e a música não são tão conhecidos, pelo menos ainda.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Y's Art Works. Visitando a arte de Yuu Kinutani.



Como é de praxe no Dissidência Pop, mensalmente apresento algum artbook para deleite dos leitores. O mangaká que terá sua arte apresentada hoje é Yuu Kinutani. Ele não é muito conhecido no Brasil mas possui uma série de mangás de qualidade bastante relevantes. Kinutani foi responsável por realizar adaptações de obras consagradas para o mangá, como Ghost in the Shell: Stand Alone Complex e uma releitura de Devilman de Go Nagai.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Short Peace. A antologia de Katsuhiro Otomo do século XXI


Seguindo a onda de Robot Carnival, o Dissidência Pop apresenta outro filme que é uma compilação de curtas. Desta vez a antologia analisada será o filme Short Peace, lançado em 2013 e dividido em quatro segmentos (cinco se contar a abertura que é um espetáculo à parte): Tsukumo, Combustible, Gambo e Buki yo Saraba, apresentando grandes nomes em sua direção, como Katsuhiro Otomo (que foi o idealizador do filme como um todo), Kouji Morimoto e Shuuhei Morita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...