xxxHOLiC Kochou NO Yume Illustration Art Works. Quando a CLAMP encontra a Art Nuveau.



Acho que todo mundo algum dia já se deparou com uma obra de autoria da CLAMP, seja um anime ou um mangá. O traço característico das obras criadas pelo grupo de quatro mulheres que a formam é inconfundível, seus corpos esguios e sinuosos conferem uma identidade própria para este coletivo artístico. Clássicos como Sakura Card Captors e Guerreiras Mágicas de Rayearth estão na memória de quase todos os aficionados por animes e mangás. O presente artbook que venho compartilhar compreende as belíssimas ilustrações de outro grande sucesso da CLAMP, xxxHOliC. E vocês sabiam que xxxHOliC recebeu influências da art nuveau, um estilo artístico originário da França do final do século XIX?


O presente artbook se chama Kochou no Yume e reúne uma série de ilustrações feitas pela CLAMP para o mangá xxxHOliC, sendo lançado em 2013 pela Kodansha. Falando um pouquinho sobre xxxHOliC, foi um mangá escrito pela grupo de mangakás da CLAMP (óbvio), sendo publicado da revista Young Magazine entre 2003 até março de 2010. Esse mangá possui um mangá "irmão" por assim dizer, visto sua história estar ligada a história do mangá Tsubasa: RESERvoir CHRoNiCLE, onde o enredo de ambas as obras se cruzam frequentemente. xxxHOliC já foi adaptado diversas vezes, primeiramente em um filme em 2005, depois em anime em 2006, com uma continuação no ano de 2008, além claro de uma série de OVAs e especiais lançados.

Em 2013 xxxHOliC recebeu uma continuação em mangá, xxxHOliC: Rei, sendo publicada até hoje. Claramente o presente artbook compreende ilustrações apenas do mangá original, por uma questão temporal, já que o novo mangá e o artbook foram lançados no mesmo ano. xxxHOliC é reconhecido pela forte e onipresente atmosfera carregada de mistério sobrenatural, a qual recobre a obra do começo ao fim. É impossível ler o mangá ou assistir ao seu anime, sem se deixar levar pelo caminho do sobrenatural pelos trejeitos lânguidos da bruxa dimensional Yuuko, juntamente com o seu praticamente inseparável fumo. Praticamente onde há a fumaça do cachimbo de Yuuko é sabido que não há algo certo no véu da realidade.

Como dito acima o estilo das ilustrações de xxxHOliC recebeu uma clara influência da art nuveau, mas o que é art nuveau? Em breve resumo, foi um estilo ornamental muito aplicado na arquitetura, joalheria, decoração, ilustrações e cartazes publicitários, caracterizado pelo uso de linhas longas, ondulantes e assimétricas, com certa desconsideração da perspectiva. Era comum o uso de elementos que lembram formas da natureza, como flores e plantas em geral e do hedonismo. Seu florescimento se deu principalmente entre 1890 e 1910, iniciando na França, durante a Belle Époque. Seu principal expoente foi Alfons Maria Mucha, pintor, ilustrador e designer gráfico de origem tcheca. Rapidamente o estilo se espalhou pelos grandes centros europeus.

O mais interessante é uma das maiores influências da art nuveau foi justamente a arte japonesa da gravura, a Ukiyo-e, pegando emprestado muitos dos seus elementos característicos, como o uso de temáticas inspiradas na beleza feminina e na fauna e flora. Assim, não seria errôneo dizer que xxxHOliC trouxe de volta ao Japão uma inspiração artística que já havia sido derivada de um movimento do próprio Japão, um verdadeiro retorno às origens! Em uma rápida análise das gravuras deste artbook é possível vislumbrar com clareza os elementos da art nuveau, como a exploração da sensualidade feminina, os elementos da fauna e flora, os personagens retratados de formas serenas e longilíneas, além da fumaça dos cigarros e a bebida alcoólica, elementos clássicos da hedonista  Belle Époque francesa.

Outro elemento marcante da art nuveau bastante presente em xxxHOliC, é o uso constante de molduras com detalhes geométricos e florais. O próprio ar misterioso e sensual de Yuuko fala por si mesmo para caracterizá-la como um elemento perfeito para ilustrar uma gravura do período da art nuveau. xxxHOliC conseguiu mesclar bem suas influências tanto da art nuveau como das gravuras japonesas da Ukiyo-e, dando personalidade própria para a obra. Pode-se criticar o quanto quiser xxxHOliC no que concerne o seu enredo e desenvolvimento, mas em relação à arte, as garotas da CLAMP merecem todos os elogios diante do cuidado e da pesquisa que propiciaram as ilustrações que lhes apresento abaixo: