sexta-feira, 21 de julho de 2017

Yuki no Touge, Tsurugi no Mai. Dois panoramas do Período Sengoku.


Hoje o Dissidência Pop mergulha de cabeça dentro da história do Japão, mais especificamente no Período Sengoku, umas das páginas mais conturbadas e sangrentas da história do arquipélago nipônico, também sendo considerada a era de ouro dos samurais, servindo de inspiração para incontáveis obras de ficção. Neste contexto histórico se passa a história do mangá que vou analisar, Yuki no Touge, Tsurugi no Mai (Snowy Ridge, Dance of the Blade), de autoria de Hitoshi Iwaaki, o famoso autor de Parasyte. Se você gosta de mangás históricos e histórias de samurais, leia este post com atenção.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Mel Kishida. Um ilustrador verdadeiramente notável.


Como é de costume, todo mês o Dissidência Pop faz uma postagem sobre o trabalho de algum ilustrador, apresentando um pouco do seu trabalho. No mês de julho não será diferente, sendo assim, trago uma amostra da estonteante arte do ilustrador Mel Kishida. Eu ainda poderia falar muito sobre a qualidade de seu trabalho, mas ela fala por si mesmo, basta olhar suas ilustrações. 

quinta-feira, 6 de julho de 2017

O Problema da Existência na Animação Japonesa.



Aproveitando o ensejo do post publicado recentemente sobre Serial Experiments Lain, estou trazendo uma tradução minha de um artigo científico publicado na revista Proceedings Of The American Philosophical Society, sobre o problema da existência na animação japonesa, onde a autora, Susan J. Napier, professora de estudos japoneses, expõe como as animações trabalham a questão existencial, especialmente no que diz respeito ao conceito de realidade e fantasia. Alguns animes são citados e rapidamente analisados, como Serial Experiments Lain, A Viajem de Chihiro e Ghost in the Shell.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Getenrou. Uma viagem completamente insana.


Vocês provavelmente conhecem aquele tipo de obra que no início parece algo descontraído e sem grandes pretensões, até mesmo episódico, mas que ao longo do percurso se revela algo mais substancial enquanto as tramas dos enredo se cruzam? Pois bem, Getenrou, do mesmo autor de Soredemo Machi wa Mawatteiru, é um pouco disso e ainda mais. O que será que garotos procurando por revistas pornô, justiceiros espaciais, inteligência artificial e uma série de assassinatos tem em comum?

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Serial Experiments Lain: o anime que previu o futuro da internet



Olá leitores do Dissidência Pop, sou o novo colaborador e utilizarei o pseudônimo de Camaleão Daltônico. Acompanho o blog há cerca de dois anos, e é um enorme prazer para mim poder contribuir na divulgação de obras excêntricas. Sou particularmente fã daquelas capazes de prender a atenção não só quando são lidas ou assistidas, mas também após o seu momento de consumo, por meio de discussões existenciais geradas por elas ou por traços artísticos marcantes. Espero do fundo do coração que apreciem os textos e ideias que trarei para este blog, então aproveitem minha estreia a seguir com uma análise do anime Serial Experiments Lain.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Black★Rock Shooter Visual Works. Uma pequena amostra da arte de Huke.


O artbook do mês apresentado pelo Dissidência Pop mostra um pouco da arte do ilustrador japonês Huke, mais conhecido pela criação da personagem Black★Rock Shooter, a qual serviu de inspiração para o compositor a Ryo, da banda Supercell em compor uma música baseado na personagem. Diante do sucesso, formou-se uma franquia que deu origem a mangás, jogos, animes e inúmeros outros produtos. Como a personagem surgiu antes de qualquer estória, muitos de seus "produtos" derivados possuíram uma qualidade questionável, como o anime homônimo de 2012. Polêmicas a parte, estou aqui para mostrar um pouco do trabalho de Huke como ilustrador, que independente de tudo, possui muita qualidade.

terça-feira, 6 de junho de 2017

Eren, o Jesus gnóstico de Shingeki no Kyojin.



Em 08 de novembro de 2015 comecei a publicar uma tradução própria de uma série de dois artigos que abordavam a influência da filosofia e misticismo gnósticos no universo dos animes/mangás, com o título "Gnósticos Sonham Com Robôs Gigantes? O crescimento do gnosticismo nos animes japoneses" (Parte 1 e parte 2). Pois bem, na época recebi sugestões (e prometi) abordar um pouco mais do tema futuramente. Pois bem, hoje trago a tradução de outro artigo sobre a temática que achei muito interessante: Seria Eren Jaegar uma representação de Cristo dentro do universo de Shingeki no Kyojin?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...