quarta-feira, 21 de junho de 2017

Serial Experiments Lain: o anime que previu o futuro da internet



Olá leitores do Dissidência Pop, sou o novo colaborador e utilizarei o pseudônimo de Camaleão Daltônico. Acompanho o blog há cerca de dois anos, e é um enorme prazer para mim poder contribuir na divulgação de obras excêntricas. Sou particularmente fã daquelas capazes de prender a atenção não só quando são lidas ou assistidas, mas também após o seu momento de consumo, por meio de discussões existenciais geradas por elas ou por traços artísticos marcantes. Espero do fundo do coração que apreciem os textos e ideias que trarei para este blog, então aproveitem minha estreia a seguir com uma análise do anime Serial Experiments Lain.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Black★Rock Shooter Visual Works. Uma pequena amostra da arte de Huke.


O artbook do mês apresentado pelo Dissidência Pop mostra um pouco da arte do ilustrador japonês Huke, mais conhecido pela criação da personagem Black★Rock Shooter, a qual serviu de inspiração para o compositor a Ryo, da banda Supercell em compor uma música baseado na personagem. Diante do sucesso, formou-se uma franquia que deu origem a mangás, jogos, animes e inúmeros outros produtos. Como a personagem surgiu antes de qualquer estória, muitos de seus "produtos" derivados possuíram uma qualidade questionável, como o anime homônimo de 2012. Polêmicas a parte, estou aqui para mostrar um pouco do trabalho de Huke como ilustrador, que independente de tudo, possui muita qualidade.

terça-feira, 6 de junho de 2017

Eren, o Jesus gnóstico de Shingeki no Kyojin.



Em 08 de novembro de 2015 comecei a publicar uma tradução própria de uma série de dois artigos que abordavam a influência da filosofia e misticismo gnósticos no universo dos animes/mangás, com o título "Gnósticos Sonham Com Robôs Gigantes? O crescimento do gnosticismo nos animes japoneses" (Parte 1 e parte 2). Pois bem, na época recebi sugestões (e prometi) abordar um pouco mais do tema futuramente. Pois bem, hoje trago a tradução de outro artigo sobre a temática que achei muito interessante: Seria Eren Jaegar uma representação de Cristo dentro do universo de Shingeki no Kyojin?

sábado, 27 de maio de 2017

Battle Royale II: Blitz Royale. Uma outra versão do clássico.


Quem não conhece Battle Royale, seja a versão mangá, o filme ou até mesmo o livro? A clássica história da turma de uma escola que é confinada em uma ilha com a obrigação de lutar até a morte até o único sobrevivente vencer o jogo. Pois bem, o mangá de Battle Royale, publicado no Brasil em 2006 pela editora Conrad, teve uma continuação, que não é bem uma continuação, Battle Royale II: Blitz Royale, e é essa obra que o Dissidência Pop vai apresentar agora.

domingo, 21 de maio de 2017

Palme no Ki. Um conto de fadas psicodélico.


Hoje o Dissidência Pop vai apresentar uma pérola da animação japonesa praticamente desconhecida no Brasil, Palme no Ki, ou Tree of Palme, dirigida e escrita por Takashi Nakamura, o qual trabalhou como diretor de animação em clássicos como Akira. Palme no Ki é uma peça de arte simbólica a qual reconta o clássico infantil Pinóquio, onde o boneco de madeira enfrenta diversas aventuras para se tornar humano, só que neste caso, a ambientação se passa em um universo que mescla fantasia e ficção científica, que chega a lembrar os clássicos do estúdio Ghibli, como Nausicaa do Vale do Vento.

domingo, 14 de maio de 2017

Kaze no Matenrou. Quando o ero guro também pode ser shounen,



O mangá da vez que será analisado pelo Dissidência Pop será de um autor que já deu as caras no Brasil, mas ainda continua sendo um tanto obscuro diante da natureza de sua obra, ele é Suehiro Maruo, considerado por muitos o pai do ero guro, ou "erótico-grotesco", um dos subgêneros de mangás mais controversos existentes. O mangá que trago se chama Kaze no Matenrou, e se trata de uma tentativa divertida de Suehiro Maruo em compor uma obra shounen, mas não abandonando as características clássicas de seu estilo marcante.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Nostalgia. A refinada arte de Nao Tsukiji.


O artbook do mês de maio que o Dissidência Pop apresenta é nada mais, nada menos, que um compilado de desenhos originais de Nao Tsukiji, uma mangaká com um traço belíssimo e rebuscado, com cores vibrantes de um detalhamento estupendo. Ela ainda não é muito famosa, começou no ramo não faz muito tempo, seu primeiro mangá, Adekan, começou a ser publicado em 2007. O foco do seu trabalho são mangás shoujo, mas não se tratam de apenas romances, Nao Tsukiji gosta de inserir várias temáticas fantásticas e surreais em seus trabalho. Esse artbook serve como um meio de se conhecer um pouco mais da bela arte dessa promissora arista.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...